(27) 2233-8182 | Seg. a Sex. – 08h às 18h | comercial@outview.com.br | Rua Fioravante Cassini, 28, Diamantina – ES

Como proteger os dados na internet é uma preocupação constante, tanto das empresas quanto de pessoas físicas. O vazamento de dados pessoais, como CPF ou dados do cartão de crédito podem gerar grandes problemas aos usuários da rede.


Empresas que precisam dos dados dos clientes para oferecer ou melhorar os seus serviços, se tornam responsáveis pela proteção dos mesmos. Entretanto, quando ocorre o vazamento de dados de milhares de pessoas, a discussão sobre o quão protegidas estão essas informações e sobre a segurança da informação se acende.


Infelizmente, não é incomum o vazamento de números de celulares, dados bancários ou qualquer outra informação que possa dar chance para criminosos ou pessoas mal-intencionadas fazerem uso desses dados.


Em 2014, o Marco Civil da Internet (Lei 12.964) entrou em vigor e, na época, assim como agora, gerou discussões sobre liberdade, privacidade e controle de dados no Brasil. Porém, as tecnologias avançam a cada dia e, com isso, as dificuldades de garantir a segurança da informação se ampliam. Em 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), de 2018, passou a vigorar parcialmente com a intenção de aumentar a proteção de dados cibernéticos no Brasil. Assim, aumentando também o rigor de alguns pontos já destacados pelo Marco Civil da Internet.


Com o crescimento da modalidade de trabalho Home Office no último ano, a preocupação das empresas sobre como proteger os dados na internet aumentou. Isso porque com os colaboradores trabalhando de casa, as possibilidades de acesso aos dados particulares de clientes aumentam. Além dessa possibilidade, as informações pessoais dos clientes podem acabar nas mãos de outras pessoas que não sejam os funcionários.


Mas, então, como proteger os dados na internet no Home Office?


Não há como controlar os funcionários durante todo o turno de trabalho nem mesmo na empresa e, no home office não é diferente. Portanto, algumas medidas devem ser tomadas pelas companhias em relação à segurança da informação desses clientes e em como proteger os dados na internet.


É preciso treinar e capacitar os funcionários que realizam trabalhos que dão acesso às informações sensíveis. Somente assim, a proteção de dados cibernéticos no Brasil poderá se tornar mais efetiva. Além disso, o não cumprimento de certas normas, coloca a empresa à margem da LGPD, o que com certeza trará problemas.


É papel dos empregadores oferecer treinamentos e informar aos funcionários sobre como proteger os dados na internet, sobre as regulamentações vigentes no Brasil e com isso diminuir os riscos de vazamento de dados e acessos a informações indevidas.


Assim como é papel do empregador instruir, informar e conscientizar, é papel dos funcionários assumir um compromisso de preservação dos dados da empresa e dos clientes. Visto que essa violação não é passível somente de punições de acordo com o regulamento da empresa, mas também, punições de acordo com as leis vigentes no país.
Veja algumas dicas de como proteger os dados na internet e responsabilidades do home office:

  • Garantir a segurança da informação e não permitir o acesso de terceiros;
  • Proteger as informações disponibilizadas pela empresa/empregador e apenas utilizá-las para fins de trabalho;
  • Não acessar sites estranhos e que não tenham ligação com o trabalho durante o turno;
  • Não revelar dados de acesso a terceiros;
  • Não fazer uso de redes (wi-fi) que não sejam de total confiança;
  • Ao notar perda, roubo ou desvio de informações confidenciais, informar imediatamente ao empregador;
  • Seguir todas as orientações oferecidas pela empresa relacionadas à proteção e segurança da informação;
  • Estar atento às leis de proteção de dados cibernéticos no Brasil;

Segurança da informação, antivírus e a proteção de dados cibernéticos no Brasil


A segurança da informação está relacionada à luta de como proteger dados na internet, é um conceito que atua na proteção de dados dos usuários e visa impedir que dados pessoais fiquem no poder de pessoas que não têm direito a eles.
Basicamente, são medidas que tem como função fazer com que os dados pessoais ou confidenciais de empresas e pessoas físicas cheguem às mãos de quem não tem permissão para acessar tais informações.
A proteção de dados cibernéticos no Brasil está diretamente ligada à proteção e à segurança de informações importantes e exclusivas para uso de algumas empresas. Porém, como dito anteriormente, não é incomum que pessoas não autorizadas tenham acesso a esses dados, por isso, algumas medidas precisam ser seguidas à risca a fim de evitar este vazamento ou invasão.


Mas como proteger dados na internet de maneira mais eficaz?


Uma das coisas mais básicas em relação à proteção de dados na internet e à proteção de dados cibernéticos no Brasil é fazer uso de um bom antivírus. O antivírus é um software que tem como função proteger o computador ou celular de vírus. Sua função também é remover programas que demonstrem insegurança e proteger os usuários contra possíveis ataques.
A cada dia aparecem mais e mais maneiras de um vírus invadir os computadores, seja por meio de anúncios em sites, e-mails, programas baixados, pendrives etc. Por isso, contar com a ajuda de um bom antivírus pode ser fundamental para barrar essas ameaças. Visto que esses programas possuem diversas formas de detectar o perigo e impedir que os dados sejam corrompidos.


Outro elemento fundamental para que as empresas tenham segurança na internet é contar com um bom serviço de TI. A Tecnologia da Informação é composta por profissionais que são responsáveis por promover a proteção dos dados da empresa.


Os profissionais de TI são essenciais nesse período de Home Office, porque podem instruir os colaboradores da melhor forma e evitar problemas com a segurança dos dados.


Se a sua empresa ainda não conta com esses serviços, a Outview é a melhor solução no ES. Garanta a segurança dos dados da sua empresa de forma efetiva, otimizada e estratégica na Outview.